Certo por Linhas Tortas ?

Por trás dos males (doença, cansaço, dor, ruína…), encontramos sempre Jesus que nos sorri e nos estende a mão para nos ajudar a superar essas situações e a crescer interiormente. Os males desta vida são um contínuo apelo ao nosso coração, que nos diz: O Mestre está aqui e chama?te! Mas se estamos mais apegados aos nossos projetos, à saúde, à vida… do que à vontade de Deus – a princípio, por vezes misteriosa e incompreensível –, só veremos na desgraça a perda de um bem relativo e parcial que talvez tenhamos convertido em absoluto e definitivo. Que enorme erro se nesses momentos não soubermos compreender que Jesus nos visita!

Com uma lógica diferente da nossa, o Senhor vai dispondo os acontecimentos para que, com dor algumas vezes e com gosto outras, nos desprendamos de tudo para que Ele invada toda a nossa existência. Temos que pensar muitas vezes na atuação íntima de Deus em nós, pois Ele dispõe até a menor circunstância para que sejamos felizes, para facilitar?nos o desprendimento de nós mesmos, dos nossos projetos…, para que sejamos santos. Aos olhos de Deus, “uma só alma tem mais valor do que todo o universo, e as maravilhas que Deus realiza no íntimo das nossas vidas são, de longe, mais extraordinárias que todos os esplendores do cosmos material”.

Se aqueles gentios tivessem compreendido quem estava diante deles, se tivessem captado o milagre realizado com os dois homens libertados do demônio, que importância teriam dado à perda econômica de uns porcos? Teriam rendido graças a Deus por ela, teriam convidado Jesus para suas casas e organizado uma festa porque o Mestre estava com eles e porque tinham recuperado dois homens.

Se olharmos com fé para as pequenas ou grandes desgraças da vida, acabaremos sempre por dar graças por elas: pela doença inesperada quando tínhamos tanto que fazer, pela humilhação que sofremos vinda de quem menos esperávamos, pela perda do emprego quando parecia que tínhamos conquistado a confiança dos diretores… Obrigado, Senhor – diremos na intimidade do nosso coração –, porque te apresentaste, ainda que tenha sido por onde menos te esperava! Peçamos à Virgem, que experimentou tantos contratempos, aflições e dores, que nos ensine a não perder essas oportunidades de encontrar Jesus no meio das circunstâncias humanamente mais desfavoráveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s