Reconhecendo a própria miséria e pedindo a Graça.

Ao começar o seu ministério, Jesus olhou fixamente para o grupo de possíveis discípulos a quem tinha atraído e que desejavam segui-lo (Mateus 10, 37). E disse-lhes: “Esperem. Não comecem uma coisa que não conseguem acabar. O custo pode ser muito alto. “Esse custo é sobretudo para o nosso ego, a nossa tendência para centrar as nossas energias na concretização dos nossos interesses. Onze dos doze apóstolos pesaram o custo e pagaram-no eventualmente, apesar de terem tropeçado pelo caminho – pensemos em Pedro negando Jesus e escondendo-se durante a Crucifixão. Pobre Judas que tropeçou e caiu e que nunca mais encontrou o caminho de volta. Senhor, quero seguir-Te responsavelmente, mas não confio em mim. Rezo em comunhão com Filipe Neri: “Senhor, cuidado com este Filipe ou ele pode atraiçoar-Te! Impõe a Tua mão sobre a minha cabeça pois, sem Ti, não há pecado que não possa cometer hoje mesmo…”

Fonte: Paróquias.org

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s